sábado, 19 de fevereiro de 2011

VIOLENCIA CONTRA A MULHER: POLICIAL REVISTADA E DEIXADA NUA POR DELEGADO

Quando uma mulher sofre uma violência de qualquer natureza, o procedimento correto é procurar, imediatamente, a polícia. Mas o que fazer quando a própria polícia comete esta violência? Em São Paulo, uma policial acusada de receber propina foi algemada e teve suas roupas arrancadas por policiais HOMENS, apesar da presença de policiais femininas na delegacia - o que apenas agrava, pois mesmo ausentes, a situação possibilitaria que policiais mulheres fossem chamadas de delegacias próximas, o que exclui completamente a necessidade da revista ser feita por homens.

As imagens são absolutamente chocantes - pela brutalidade, pelo desespero, pelo desvirtuamento de homens a quem entregamos o cuidado de nossa segurança. A policial - tendo recebido propina ou não - aceita ser revistada, desde que em presença exclusiva de policiais femininas - direito que é assegurado por lei. Infelizmente, não é isso que acontece. Apesar de não se negar a colaborar, a policial é algemada e tem suas calças arrancadas por três homens e uma mulher.

O intrigante das imagens é que não se percebe o momento em que o dinheiro ( R$ 200,00) é encontrado no corpo da policial. Após deixá-la nua, o delegado Eduardo Henrique de Carvalho Filho (que aparece de vermelho no vídeo) e é um dos principais agressores, aparece com o dinheiro na mão e repete inúmeras vezes que ela está presa em flagrante, que ali estava o dinheiro. A forma com que o delegado expõe o dinheiro, o tom de sua voz e seu comportamente durante toda a gravação é, no mínimo, intrigante. Fora a clara prepotência, o abuso de poder e de força, o machismo e a vontade imperante de humilhar a policial, Eduardo Henrique demonstra regozijo na "vitória", quase como se estivesse pensando "ufa, o plano deu certo, vamos nos livrar dela".

Outro fato intrigante desta história - as imagens são de 2009 - é que a policial, mesmo com o processo ainda em andamento, já foi expulsa da corporação. Como ela pode ter sido expulsa da corporação se, pela constituição, todos são inocentes até que se prove em contrário? Como ela pode ter sido expulsa se o processo ainda não foi encerrado - portanto ainda não pode ser considerada culpada? Será que essa moça representava algum tipo de ameaça, sabia de algo que não deveria saber? Ela pode até ser culpada - o que as imagens não permitem concluir, já que o dinheiro pode nunca ter saido das mãos do delegado Eduardo Henrique - mas isso não exclui a estranheza da vontade dos envolvidos em livrar-se logo da então escrivã da Policia Civil.

Existe ainda um outro fato digno de nota: A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo manteve estas imagens sob sigilo. Por que? Por que a secretaria manteve em sigilo? Talvez apenas para não haver desgaste político, mas ainda assim, atitudes contra estes agentes envolvidos deveriam ter sido tomadas - e não foram! Por que a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo não tomou nenhuma medida diante das cenas brutais de ação de sua polícia? Por que nenhum processo administrativo foi aberto contra eles? Será que este procedimento é aprovado pelo governo paulista? Parece que sim... Felizmente, parece que o Ministério Público não aprova e está investigando o caso.

Veja as imagens: 




68 comentários:

twittercomhumor disse...

boom..independente de abuso de força..ela roubou..lei eh lei..qndo nao cumprem acham ruim..e qndo cumprem tbm??

19 de fevereiro de 2011 14:37
Anônimo disse...

Pelamor, a mulher é acusada de receber propina e deve continuar trabalhando até ser julgada mais de 3 anos depois? Isso ia ser palhaçada tb, foi flagrante. Você tá vitimizando demais a mulher e sendo totalmente parcial, na minha humilde opinão.

19 de fevereiro de 2011 14:45
Marcos da Silva disse...

Mesmo que ela fosse culpada não justifica tal agressividade pois eles não podem revistar assim a imagem ta estranha pois não aparece o momento que o dinheiro sai da roupa dela e outra o que garante que isso foi dinheiro de corrupção alguém a viu recebendo o dinheiro ?

e tinha mulheres no local por que nenhuma delas pode revista-la ?

mesmo que esse dinheiro foi de propina um erro não justifica outro

19 de fevereiro de 2011 14:56
Juliana disse...

Peraí, os dois moços aí tõ achando que isso aí não teve nada demais?
Imaginem, meninos, se fosse com vossas mamãezinhas...

19 de fevereiro de 2011 15:02
Anônimo disse...

desculpe mas essa imagem não da nem pra ter certeza que o dinheiro estava dentro da roupa dela.

pois a câmera já aparece com o dinheiro na mão do delegado ele pode muito bem ter tirado esse dinheiro da meia.
Como já vimos um ex governador escondendo dinheiro lá

19 de fevereiro de 2011 15:04
Marcelo Souza disse...

Juliana concordo com você seria interessante ver o que Serra pensaria se Verônica Serra fosse investigada desta forma. (citei Serra por que ele era o Governador em 2009 para quem a policia civil responde)

19 de fevereiro de 2011 15:07
Erik Oliveira disse...

Absurdo total. Vamos ver aonde isso vai chegar. Revoltante.

19 de fevereiro de 2011 15:12
Sandrinha disse...

Desculpem mas eu queria entender essa história desde o início como chegaram a conclusão quem denunciou esse dinheiro ?

Esta faltando um pedaço ai de qualquer forma por que ela não pode ser revistada pelas mulheres ? Isto não caracteriza atentado violento ao pudor ? E por ser um Superior abuso de autoridade ?

19 de fevereiro de 2011 15:13
Mariel disse...

Por que o dinheiro só apareceu nas mãos do delegado(?) Eduardo? E por que ele exigia estar presente durante a revista? Obviamente, o dinheiro ainda estava com ele! Se outras policiais viessem revistar a moça, provavelmente, elas não encontrariam nada. O vídeo, tão explícito a ponto de mostrar a "piriquita" (sic) da Vanessa, NÃO cuidou de mostrar o tal "flagrante"(onde?) da propina porque NÃO SE VÊ o dinheiro sendo retirado de dentro da roupa da moça.
Esse beócio — que se aproveita de estar "delegado" — deveria ser linchado em praça pública. Aí, aos poucos, quem sabe fatos como este seriam menos comuns?

19 de fevereiro de 2011 15:20
Isadora disse...

Nojo de quem apoiou tudo isso! Bando de ignorantes. Sobre os dois primeiros comentários só posso dizer que tenho PENA de pessoas tão vazias de argumentos e humanidade.

19 de fevereiro de 2011 15:23
Anônimo disse...

Sinto vergonha de todos que compactuaram com tal ação ali naquele momento. Foi um grande constrangimento para a policial, que errada ou não, não podia ser tratada da maneira como foi, ainda mais demonstrando que queria colaborar.

19 de fevereiro de 2011 15:57
OLIVACI JÚNIOR disse...

conta a história direito amigo

19 de fevereiro de 2011 16:07
EDINHO VIÇOSA disse...

BraZil mostra a tua cara! .....

19 de fevereiro de 2011 16:14
Joana disse...

olha que é o delegado que postou no primeiro e no segundo comentários, hein... hum!
E outra: no final do vídeo ela fala claramente "ELA QUE COLOCOU" por isso o viadinho se estressa e fala que ela tá presa em flagrante.
PUTARIA ISSO!! PIOR: NÃO VAI ACONTECER PORRA NENHUMA COM ESSES POLICIAIS. corporativismo é uma merda.

19 de fevereiro de 2011 16:32
Anônimo disse...

Absurdo, tem gente que acha que voltamos para a Idade Média. Desde quando abolimos o Estado de Direito. O vídeo mostra que há uma clara montagem do delegado. O dinheiro não é a retirado das vestes da ex-policial e somente aparece na mão do (juiz) delegado.

19 de fevereiro de 2011 16:35
TOQUE DE CLASSE disse...

SÃO PAULO TEM CORPORAÇÃO CONSTITUÍDA DE TRAFICANTES E MARGINAIS E ELES QUEREM ENGANAR O PAIS DA COPA QUE LÁ TEM SECRETÁRIA DE SEGURANÇA PÚBLICA. SÓ SE FOR PARA INGLES VER-BANDIDOS DA POLICIA DE SÃO PAULO PARA O BRASIL CORRENDO NA INTERNET!!!!!!!!!

19 de fevereiro de 2011 16:46
TOQUE DE CLASSE disse...

Manual de Segurança do Cidadão SÓ NÃO PROTEGE DE POLICIAS PAULISTAS BANDIDOS E TRAFICANTES DE CORPORAÇÕES MILITARES E DE ALTARQUIAS DE DIREITOS HUMANOS. SÃO PAULO PRECISA SER INTERDITADA E FAZ TEMPO. QUEM É GOVERNADOR DAQUELA ,M DE CIDADE MESMO? DEVE SER PRIMO DOS POLICIAIS.

Saiba como se prevenir ou enfrentar diversas situações, aumentando a sua segurança e de seus familiares. Manual elaborado pela Polícia Militar traz cinqüenta ações contendo diferentes situações para cada uma delas.

O Manual de Segurança do Cidadão foi criado pela Polícia Militar para auxiliar os cidadãos na prevenção em diversas situações, como: acidentes, afogamentos, assaltos, entre outras; dar dicas essenciais de segurança para se contratar uma babá ou fazer compras; traz alertas sobre doenças sexualmente transmissíveis, cuidados com animais de estimação e com a exposição solar, e muito mais. Ao todo são cinqüenta ações contendo situações diversas para cada uma delas, como, por exemplo, "Jogos de Futebol", que tem duas situações relacionadas: "nas ruas" e "nos estádios".

No manual, além dos procedimentos básicos nas várias situações enfrentadas no dia-a-dia, são citadas as formas de condutas e medidas que cada cidadão deve adotar para aumentar sua segurança. As situações contidas neste manual devem ser discutidas em família, pois ao enfrentar uma delas, todos saberão como agir. É importante lembrar que a segurança de cada cidadão depende do conhecimento adquirido, da predisposição em adotar condutas adequadas e de saber como enfrentar as situações.

A Polícia Militar continua vigilante e disponível para atender a população, em qualquer dia e horário. Além disso, vem se aprimorando constantemente e desenvolvendo novas tecnologias, condutas e estratégias para aumentar o nível de segurança da população. Portanto, ao aliar as dicas e recomendações deste manual com o trabalho preventivo e ostensivo desenvolvido pela Polícia Militar, o cidadão estará muito mais protegido e seguro.

Clique no link abaixo para baixar o seu Manual de Segurança do Cidadão.

19 de fevereiro de 2011 16:50
Endre disse...

ela queria ganhar tempo pra se livrar da prova, sou jurista e entendo que houver agressao da parte da policia, mas tinha uma policial no ambiente, poderia muito bem ser revistada pela policial, mas ela quis ganhar tempo para esconder as pravas... se a policia civil errou esta mais que visivil, mas ela nao ia colaborar mesmo com a chegada das outras policias

19 de fevereiro de 2011 18:06
Anônimo disse...

Concordo que ela foi humilhada sim, por ter sido revistada por homens, e ainda por ter sido tudo fimaldo. Portanto, que cada um receba sua puniçao, inclusive ela se realmente for culpada! Acontece que as coisas sao interpretadas de acordo com a fonte, e se o video nao pode ser tao conclusivo assim, nao se pode afirmar tambem que foi tudo armado, como foi dito em cima. E além disso, se a questao é se colocar no lugar, como foi sugerido, e considerando a possibilidade de ela ser corrupta, imagine se o cara que se livrou do inquerito, pelos 200,00 que entregou a ela, fizesse algo contra um parente seu!!!

19 de fevereiro de 2011 18:18
Anônimo disse...

a tah agora vc acreditam no maluf qunado ele diz q a assinatura nao era dele. olha quando ele puxa a calca, nao tem com ter dinheiro ali na mao dele, vamos para de invencao. mas a secretaria nao podia deixar passar em vao, tem q suspender o delegado. quanto a expulsao foi flagrante, eh sindicancia interna..... mas apesar disso penso q antes revistada a forca q solta na rua "protegendo" a populacao

19 de fevereiro de 2011 18:29
Anônimo disse...

Pelo amor de Deus os policiais estvão cumprindo seu dever , ta na cara que ele esta se fazendo de vitima. Os delegados estão cumprindo seu trabalho, estão combatendo a banda da podre da policia que tanto envergonha todos nos brasileiros!!

19 de fevereiro de 2011 22:56
Dina Mota disse...

Sei não...ela pode ser acusada se o flagrante somente foi conseguido com um ato que infringe a lei? Não seria a prova "fruto de árvore envenenada" e,como tal, descartada do processo? Praticando corrupção ativa ou não, os direitos das pessoas não devem ser descartados de forma tão abominável como a mostrada por esse vídeo. E o delegado, todo autoritário, dizendo "ela vai ficar pelada na minha frente"? Como diria meu velho pai, não se pode dar asas às cobras. Há pessoas que simplesmente não possuem vocação para ter qualquer tipo de poder.

19 de fevereiro de 2011 23:16
justiça cega disse...

Admiro os primeiros comentarios, tão vazios, imagina uma parente seu ou mesmo sua MULHER, sendo acusada supostamente por um delito; e sendo esposta suas partes intimas, este SUPER DELEGADO, ( Ilmo.Sr.Dr. Eduardo Henrique) deveria ser mais investigado pois ja foi um Grande ( investigador de policia - GARRA). Fazia Ronda, pela rua augusta estorquia as prostitutas e agora vejam vocês onde ele, resolveu Trabalhar!!!!

19 de fevereiro de 2011 23:24
Anônimo disse...

Tem que valer a Lei! Não importa Homem, mulher ou o diabo, os policiais fizeram certo! eles pediram numa boa, ela resistiu, tem que meter algema mesmo!e revistar na marra que nem faz com qualquer bandido.

19 de fevereiro de 2011 23:37
Noturno disse...

Constrangimento não é ter a piriquita à mostra desse jeito. Constrangimento é ser policial a serviço do estado e cometer uma sequência de crimes vergonhosos.

E caso esse sujeito aí, que não foi autuado, arrebentasse na bala um pai de famíla com essa mesma arma que deveria ter sido apreendida? Como ficaria? Antes a violação da """dignidade""" dessa garota do que mais um criminoso e uma arma circulando na rua.

19 de fevereiro de 2011 23:40
Anônimo disse...

Queria saber mesmo aonde anda os direitos femininos, porque até a corregedoria de SP apoiou a ação desdes mal carater!!!!

20 de fevereiro de 2011 02:03
Anônimo disse...

"Vai aparecer minha periquita, vai aparecer minha periquitaaa"
Olha... rir pra não chorar do teatrinho tosco dessa daí viu, que me desculpe mas a única coisa vergonhosa que apareceu dela foi o dinheiro. Quanto à periquita ...bom, do jeito que as coisas são periga mais ela receber um convite da playboy e dar a volta por cima do que amargar vergonha da expulsão por corrupção...

20 de fevereiro de 2011 04:42
Rafaella disse...

Se a Lei assegura a mulher o direito de ser revistada por uma policial feminina desde q não haja prejuízo da investigação pq houve violação de tal direito? Se havia policiais femininas no local, se tudo estava sendo videodocumentado pq a necessidade do tal delegado em estar presente? Qual o objetivo do vídeo, o registro da genitália da policial ou o registro do suposto flagrante? São questionamentos que quando se tornam sem respostas diante de tais imagens conseguem a proeza de colocar uma suspeita grave como corrupção fora de foco...
Estamos vivendo numa sociedade com completa inversão de valores, onde a a falsa sensação de poder cresce proporcionalmente a satisfação na humilhação dos que de alguma forma apresentam-se por razões diversas supostamente "inferiores"

20 de fevereiro de 2011 09:40
Camilla Snapes disse...

Pelo amor de Deus. Que nojo desses policiais, que nojo.
Independente de ser homem, mulher, ninguem merece passar por esse tipo e humilhação. Sádicos, nojentos, repugnantes, são no mínimo os adjetivos para classificar esses policiais.
Estou chocada com esses vídeo.

20 de fevereiro de 2011 09:55
Anônimo disse...

Concordo totalmente com a atitude dos policias, alias deviam ter feito isso logo no começo, é uma criminosa sem vergonha corrupta temos que acabar com essa corja, a safada estava acobertando um CRIMINOSO que representa perigo para a sociedade por R$200,00 e ainda quer RESPEITO, eles deviam ter aproveitado que já estava sem a calça e dado umas palmadas na bunda dessa sem vergonha!!!!

20 de fevereiro de 2011 10:17
Lilian disse...

Direitos Femininos?? Constrangimento?? Na hora de colocar o dinheiro lá na calcinha ela não pensou nisso né? Na hora de acobertar um criminoso ela tbm não pensou nisso. Se ela realmente não tivesse culpa não faria esse escândalo besta e teatrinho. E detalhe que ela só queria ganhar tempo para se livrar da prova, que muitas pessoas estão inventando que o próprio delegado que as colocou ali.

20 de fevereiro de 2011 13:30
Anônimo disse...

O que ocorre mesmo é a falta de vergonha desses policiais....sao "SANTOS"???? NUNCA PEGARAM NADA VAI VER NE......alias o bolso, a cueca e as meias devem ta mais que cheias....queria ver a mae desses vagabundos sendo tratatos desse jeitoo....bando de bandidoss...

20 de fevereiro de 2011 15:09
Anônimo disse...

Tenho vergonha de se brasileira e me sinto desprotegida ao saber que acontece que este tipo de abuso da parte de quem deveria assegurar e defender os direitos da mulher. Assim vê-se que não adianta existir lei, pois ela não é cumprida e ainda mais: nós mulheres não devemos ter essa falsa ilusão de direito assegurado, a prova é o que aconteceu neste vídeo. Sinto-me realmente ultrajada e sem fé. Nem a polícia está preparada para por as leis que asseguram os direitos da mulher em prática, isto é vergonhoso e humilhante.

20 de fevereiro de 2011 15:35
Carlos José de Azevedo Machado disse...

Não sei se perdi algo do caso. Os comentários partem de suposições (teria o delegado colocado o dinheiro, teria ela se corrompido, etc, etc) Ora, a questão parece simples: As policiais femininas (tinha uma, era só esperar mais) revistariam (não interessa se a policial queria tempo ou não, o caso seria resolvido sem este atropelo).Mas não foi feito, 1º erro grave, e a partir daí uma série de outros erros, o que, se ela for culpada, isto só vai ajudar a defendê-la. Ponto contra os que acham que ela é culpada, e se ela é inocente, creio que um bom processo resolveria o caso, mas com certeza não a questão moral para a ela. Assim, a partir do vídeo só podemos fazer suposições e conjecturas sobre a postura e empáfia de alguns policiais, ou sobre a moça, se era vulgar ou não, etc, etc. Um erro grave foi feito e outro foi o fato de isto ter sido escamoteado pela Secretaria de Segurança. O resto são suposições.

20 de fevereiro de 2011 16:32
Anônimo disse...

A loira é gostosa.
Gostei de ver a periquita preta dela;
TENHO 50% de certeza que foi por isso que a revistaram logo e + 50% de certeza que foi boicote;
GENTE: Policia>Brasil>Corrupção>Sacanegem..é esta porra mesmo!
OBS: Achava que só no RIO DE JANEIRO que aconteceria isto mais pelo jeito que tá, Está em São Paulo, BH etc...
WWW.CIDADAOSA.ZIP.NET

21 de fevereiro de 2011 00:56
Anônimo disse...

Pra todos os que perguntaram "e esse fosse com a sua mãe": a minha mãe não aceita suborno. Vocês queriam que os policiais deixassem ela se livrar da prova do crime?

21 de fevereiro de 2011 03:45
Ane disse...

Você acima, mostrou que não tem dicernimento o suficiente para inferir qualquer opnião sobre a questão. Você não sabe, ao certo, o que aconteceu; então não julgue. O que eles fizeram está errado sim, independente dele ter aceito ou não propina. O vídeo não está claro, não se sabe o que realmente aconteceu. Nenhuma pessoa deve ser submetida a este tipo de violência- assegurado pela nossa constituição, ou você esqueceu que a mesma existe, apesar de não ser seguida? Simplismente repugnável esta atitude desses policial, principalmente do delegado.

21 de fevereiro de 2011 10:15
Mario disse...

pelas imagens não si prova que esse dinheiro é de corrupção.. poderia ser dela mesma ou de ouotra pessoa sem nenhum problema qualquer,,agora esse delegado e seus policizinhos deveriam estar na cadeia por prepotência e abuso de autoridade pois isto é um ato de machismo contra a mulher pois ela deveria ser revistado somente por mulheres e naum por estes prepotentes,,ordinários filhos da puta do caralho

21 de fevereiro de 2011 10:43
Anônimo disse...

culpada ou não, violado o seu direito ou não ,a relevância esta nas provas (a grana) que foram obtidas de forma ilegal e isto é sem duvida nenhuma é tão crime quanto os que ela é acusada de cometer . não se pode combater um crime cometendo outro (a arvore dos frutos envenenados).
esta cidadã pode ser absolvida simplesmente pela forma que foi encaminhada sua prisão.
policia burra ignorante .

21 de fevereiro de 2011 11:08
Giovanna Vargas disse...

Covardes, covardes, covardes. Só não vê quem não quer ver: pura armação contra a colega. Tantos homens para humilhar, sacanear a escrivã.Se de fato quisessem realizar a ação contra a mulher, dentro da legalidade, decencia, terial trazido mulheres policiais e elas fariam o trabalho. Mas não. Vários homens com o intuito de humilhar a colega, certamente ela tinha coisas contra eles e eles precisavam descontrui-la. Por mais que ela fosse culpada, só quem julga é o juiz. A violencia de algemar, atirar no chão, desnudá-la frente os homens foi proposital ( hitler fazia isto, desnudava as pessoas)uma mulher que fisicamente é mais fragil que qualquer homem, e no caso em tela eram vários homens. O dinheiro? não se vê de onde ele tirou, poderia ele ter plantado em algum lugar e mostrado para as camaeras. Ele mostrando para a câmara denota suspeita. Algo não cheira bem. Eles tem que serem punidos sim. Covardes, covardes, mil vezes covardes.

21 de fevereiro de 2011 13:52
Anônimo disse...

Ela pode ter sido a pior espécie de ser humano já existente na face da terra. Não justifica este boiola de delegado fazer isso, sou mulher e minha vontade agora era de amarrá-lo e enfiar (vcs já sabem onde) junto com os duzentão uma vela de 7 dias e deixar queimar os 7 dias pois ele é macho com mais um monte de macho ao ser redor...vc delegado de MERDA merece CANA, vai virar mulher na cadeia ou fora dela, pode crer. Vc gostaria que fosse sua mãe ou sua mulher? Vai trabalhar, seu vagabundo, vai pegar bandido na rua,se ela roubou os duzentão vc acabou com a vida dela...COVARDE>>>COVARDE>>>COVARDE

21 de fevereiro de 2011 14:18
Anônimo disse...

O problema é que estes policiais, tb descumpriram a LEI, a maoir de todas as LEIS... Ame a D'US sobre todas as coisas e ao seu próximo como a ti mesmo, por isso que tem uma parte da humanidade corrompida, se não conseguem exercer essas duas leis, como é que quer ser um Agente da Lei. Este delegado é um pilantra, atirou a primeira pedra na mulher, ou será que neste meio que ele está, ele nunca fez nenhuma propina hein? É Lógico que por 200 reais não, isso é pouco pra ele...hehehe. OLha a injustiça ôooo Dr. Eduardo Certinho, mulher algemada e 3 homens musculosos, tirando a roupa dela, e uma policial franga que não presta pra nada, em vez de defender o mesmo sexo que o dela, ajudar a moça...Brincadeira. CADEIA NELES !!!

21 de fevereiro de 2011 15:13
Anônimo disse...

Independente da escrivã ser corrupta ou não, o policial que aparece de vermelho é um VAGABUNDO despreparado e só queria vê-la nua e humilhá-la. Ele bem sabe que por lei ela só poderia ser revistada por mulheres. Será que ele não poderia esperar a corregedoria com policiais femininas?? Pq tanta pressa?? Será que ele aprovaria que fizessem isso com a sua esposa, mãe ou irmã caso elas fossem acusadas?? Se ela fosse parente minha, sei não...

21 de fevereiro de 2011 16:12
Anônimo disse...

Art. 249. A busca em mulher será feita por outra mulher, se não importar retardamento ou prejuízo da diligência.

De acordo com o "se" da lei. Podem revistar sim. Para de sensacionalismo, vc está totalmente influenciado pelo romantismo moderno. E se fosse a minha mãe? Eu seria o primeiro a mandar tirar. Não justifica. Ser mãe não lhe dá o direito de roubar, possuir nota falsa ou aceitar propina. Quanto aos que dizem q o cara tinha a grana na mão e "plantou" lá, vcs são loucos, qdo o cara tira a calcinha nao tem nada na mão. Quem acha graça em ver "periquita" de modo forçado é estuprador, e ali não é o caso.

21 de fevereiro de 2011 16:20
Fernanda de Alcântara Alencar disse...

Constrangimento foi essa enrolação toda de tirar a roupa dela, para no final das contas ela ser flagrada e culpada.
Não concordo com a "forçassão de barra" para ela tirar as calças na frente de todo mundo, afinal podiam muito bem deixar as policiais fazerem isso, mas também não concordo que ela seja tão inocente.
Até porque o comportamento diz muito no vídeo, e o texto escrito antes, está completamente diferente do que eu vi. Não creio que a posição do delegado ou cara de vermelho seja de machista, mas sim que ele já estava de saco cheio daquela enrolação e possível suspeita.
É para mim foi perceptível que "direitos" demais, tráz consigo mais abuso ou desigualdade. (A mulher -estando errada- abusou do poder dizendo com plena convicção que aceitaria ser revistada -como se fosse inoscente- e fazendo alarde. O delegado- que resolveu vê-la como uma suspeita e não uma MULHER suspeita - também desagradou e abusou de certa forma.)
É...
"Não se nasce mulher, torna-se" (Simone Beauvoir)

21 de fevereiro de 2011 16:36
Anônimo disse...

Claramente ela concordou em ser revistada por mulheres, e que esperaria a chegada delas.
Foi realmente necessário usar a força? Ela pode ter escondido o dinheiro sim, mas não justifica tal ação. Bastaria aguardar a chegada de policiais femininas competentes.
Se ela já esta pagando, que o resto também pague!

21 de fevereiro de 2011 22:27
Anônimo disse...

Ainda bem, que este crime veio à tona pois nunca imaginaríamos que um projeto de ser humano como este delegado que também pode ser chamado de; o homem que envergonhou o Brasil e como ser humano me senti o pior dos seres por pertencer a mesma raça deste sujeito. Seria totalmente justo aplicar a este sujeito uma puniçao severa como exoneração e perda total dos direitos de se trabalhar para manter a ordem e a paz na sociedade e que o programa CQC pudesse colar no encalço deste sujeito e transformar a vida dele num inferno aos olhos de todo o Brasil.Pegar no pé mesmo até ele mudar de país, seria muito divertido.
Força CQC se vcs tiverem coragem será a matéria da década!

21 de fevereiro de 2011 22:30
Anônimo disse...

Guilhotina em praça pública neste fura fronha!!!

21 de fevereiro de 2011 22:32
Anônimo disse...

Acho que ele e os amigos deles deviam ser ginecologistas, só faltou o exame de toque na coitada. Pensei que nossa constituição estava falida, e que ele passaria imune, quase que passou esse Vagabundo. A procuradoria disse que era isso mesmo que vc devia ter feito, pensou que ia escapar né? Ainda bem que o Alckmin interviu, e agora vc se ferrou.... NAboooo nele !!!!!!!!! Então se for assim, a mulherada tá na rua com suspeita de algo, vem um bando de fortão armado, cuecões de couro, queima rosca, e tira a roupa da mulherada perto de um monte de gente. E essa policial Tb merece ser expulsa...essa VACA veia, tava doida por uma periquita. COVARDES, vai trabaiáaa VAGABUNDOS...

21 de fevereiro de 2011 23:06
Anônimo disse...

Isso é totalmente contrario a lei,de forma nenhuma ela esboçou reação contraria a ser revistada no entanto que fosse por mulheres que segundo a lei é o correto, agora no entanto é estranho uma pessoa arrancar a roupa de outra e conseguir tirar o dinheiro sem nenhum amasso da forma que saiu do bolso dela. se observarem o dinheiro não consta nenhum amasso quanto mais dobras. impossivel se tirar um papel daquela forma do bolso ou de dentro das calças dela intacto daquele jeito. Agora essas coisas só acontece no brasil pq em outros países as pessoas dão a vida mais protesta contra atitudes como essa entre outras que muitas vezes são aceitas por nós por ser-mos individuais e só pensar-mos em nós mesmos. Isso aconteceu com ela que era policial imagine só vcs que são cidadãs comuns??? Sou federal e digo que se isso fosse aqui na bahia movia céus e terras mais ele iria se arrepender do momento em que tomou tal atitude.

22 de fevereiro de 2011 00:11
Anônimo disse...

o cara ainda tem corage de fala assim : eu so o responsavel pela sua cama esses policial que aparece de vermelho no video tinha que ser preso juntoco o maniaco do park safado ele

22 de fevereiro de 2011 00:21
Anônimo disse...

Sabe de uma coisa: Todos mundo tem que tomar no... Porque quando surgi alguém que resolve fazer manifestações pela cidade pra lutar a favor dos direitos dos próprios cidadãs, ninguém se uni pra acabar com as corrupções e o que os chefãos determinam e temos que aceitar de braços abertos e calados. no dia em que resolvemos parar o país pra mudar certas leis e atitudes de chefãos corruptos e que abusam do poder muita coisa muda, prova disso foi o egito entre outros países que acabaram com o poder de grandes chefãos. Temos que saber e colocar em pratica que quem manda no país somos nós e não governante nenhum. No dia em que quiser baixar o transporte os impostos ou mudar qualquer outra coisa isso é possível... Agora só será possível quando todos se unirem.

22 de fevereiro de 2011 00:48
Anônimo disse...

O PT nunca deixaria isso acontecer, precisamos remover o PSDB do poder urgente! No Pará tentaram derrubar a governadora do povo com a história de uma menor presa numa cela com 26 homens. É GOLPE!

http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/feira-livre/a-menina-que-ficou-presa-numa-cela-com-26-homens-faz-18-anos/

22 de fevereiro de 2011 01:17
Anônimo disse...

A questão toda é até que ponto podemos coibir uma má ação com outra má ação...
Tudo é muito complexo...
Ela parecia estar mais preocupada em se livrar de uma suposta prova que a incriminasse,porém ao mesmo tempo as imagens não condicionam que o suposto dinheiro de propina tenha saido da"Piriquita" da acusada.
Tudo poderia ter sido resolvido de forma mais civilizada.
Houve falta de traquejo dos policiais da corregedoria,que com toda certeza humilharam a acusada,embora a lei não diga que uma mulher não possa ser revistada por um homem,neste caso em especial tinha uma policial e uma guarda municipal,elas seriam as mais indicadas para revistar a moça.
Negligencia,desinteligência,despreparo.
Não precisamo santificar a escrivã(é possível que ela tenha aceito a propina),porém a atitude dos policiais foi no mínimo infeliz.
Uma cena lamentável,vejam o que acontece nas delegacias Brasil a fora,com pessoas comuns a humilhação chega ser maior.

22 de fevereiro de 2011 01:39
Anônimo disse...

É sempre assim, quando a lei é cumprida da maneira que tem que ser vem um bando reclamando ... parece que quem achou que o delegado usou de abusod e poder assistiu o video sem escutar o audio.

Ele ja sabia da má indole da escriva, tanto que ele fala que vai revistar ela ali pq se leva-la para a delegacia falará que o dinheiro foi implantado ali ... DITO E FEITO! Quando o dinheiro cai da calcinha dela ela culpa a policial que estava segurando ela. SINCERAMENTE ESSA ESCRIVAN É UMA PILANTRA E FEZ POR MERECER. PARABENS A CORREGEDORIA ... GOSTARIA MUITO QUE TODOS TIVESSEM O PULSO DESSE DELEGADO!

Art. 249 do Código de Processo Penal - A busca em mulher será feita por outra mulher, se não importar retardamento ou prejuízo da diligência.

Fim de papo .. o delegado estava dentro da lei.

22 de fevereiro de 2011 10:58
Anônimo disse...

Sera que a (D)dilma, a nossa Presidenta Viu esse desrespeito, a lei protege a mulher desse tipo de abuso, pelo que sei isso pode se considerar estupro na nova lei....Isso foi estupro, foi violação corporal, ela tem que agir esta no Direito dela, fiquei chocada não consigue ver tudo....mas prova que o homem brasileiro cada dia que passa vira bicho volta a ser homem da caverna.Meu Deus onde isso vai parar....

Artigo 249 do Código de Processo Penal - A busca em mulher será feita por outra mulher, se não importar retardamento ou prejuízo da diligência Ou sejA TINHA MULHERES NO LOCAL , ISSO IMPLICA NO ABUDO DA LEI, SOU ESTUDANTE DE DIREITO E ISSO FOI TOTALMENTE ERRONIO!!

SE TINHA pOLICIAS MULHERES NO LOCAL, A MESMA TINHA QUE SER REVISTADA POR ELAS, VOU SER DELEGADA PRA ACABAR COM IESSA PIZZA, E EM SEGUIDA JUIZA FEDERAL, PRA POR ORDEM NA CASA E DEPOIS PRESIDENTA PRA MUDAR MUITA COISA NESSE PLENARIA DE MERDA, VOU FAZER HISTORIA E ACABAR COM ESSA BANDALHEIRA....MULHERES BRASILEIRA ME AQUARDEM, HOMO-AFETIVOS ME AQUARDEM, FAREI LEIS QUE IRA NOS PROTEGER DESSES HOMENS SELVAGENS.

22 de fevereiro de 2011 17:13
Anônimo disse...

Nada passa impune aos olhos de DEUS
Justiça seja feita
abuso de poder - violencia contra mulher - constrangimento
No vídeo nao se consegue ver de onde realmente Ele tira o dinheiro, ela em determinado momento fala foi... colocou o dinheiro, ve se o corte no video de 3 segundos nos períodos 4:32:00 a 4:32:03, enfim, este video deveria ser analisado segundo a segundo.{*}
Imaginem um mulher de sua família ou deles passando por tudo isso.
Se ela errou, existe justiça, mas que seja feita dentro dos parametros legais da nossa constituiçao, de forma correta, clara e justa, obedecendo, portanto o que os todos nós cidadaos temos: DIREITOS HUMaNOS.

22 de fevereiro de 2011 22:22
Anônimo disse...

Video
horario
4:28:41 - Por que uma mao do lado esquerdo acena p traer o corpo dela mais p/o lado esuerdo.
4:28:48 - a mao que auxilia do lado direito parece nem encostar na moça
4:28:49 - Como ele abaixa a calça dela com a mao fechada

4:31:59 - algo acontece (?} e é cortado os próximos 3 segundos

aNTES DE JULGaR VaMOS aNaLISaR - É MUITa VIOLENCIa MORaL POR POUCO, SENDO K OS GRaNDES CONTINUaM IMPUNES

22 de fevereiro de 2011 22:41
Anônimo disse...

Fico revoltada em assistir e saber desses tipos de abusos que a mulher ainda sofre. Acho que fica bem claro que ele estava armando contra a policial, pois do contrário ela não teria se importado de não estar presente. Para mim é claro que o dinheiro estava na mão dele.
Outro fato interessante é que ela não concordou em ser revistada e preferiu colocar as algemas para ser presa.Entretanto, o Eduardo assim que a algemou ordenou que tirassem a calça dela. Fazendo o oposto.
Nossa, isso não sai da minha cabeça.Fico com muita raiva desses homens. O Brasil deveria ser mais justo!

22 de fevereiro de 2011 23:04
Anônimo disse...

ESSE DELEGADO É UM VERDADEIRO COVARDE.

22 de fevereiro de 2011 23:05
Rui disse...

Não Sei Não hein!!!
O Delegado queria ver a brecha dela porque
viu a brecha da Lei!!!

22 de fevereiro de 2011 23:15
penorois disse...

Que abuso que nada.
Abuso é a atitude corrupta dessa mulher.
Recebendo propina para livrar um outro acusado das garras da lei?Ela é uma bandida tão ou até maior quanto ele.
Quem não devi não teme, ou seja, da a cara a tapa, em outras palavras: Quer revistar revista essa porra que nada vão encontrar, posso ficar envergonhada, mas a minha dignidade nunca irão envergonhar. E outra tudo bem que na hora não foi possível focar o momento exato em que o policial tira a grana da calcinha dela, porém quando isso ocorre ela vendo que a casa caiu nem se preocupa em negar a acusação ,mas sim em dizer:( posso levantar minha calça?" posso levantar minha calça??!) Sendo que só depois ela vem a negar. AAHHH Prá Cima de mim??!! Só deus e avião. Vai saber o que o homem que pagou a propina fez?? Vai saber se ele não era um assassino , um estuprador e por ai vai?? E essa bandida em seu ato corrupto tentou passar um pano?? Prá que?? O salário não tava bom não???Vejo ai tanta gente caçando latinha e muitas delas passando fome, mas que não se deixam se corromper por misseros $200,00 reais. Concordo em somente uma coisa: Sim a revista deveria ser feita por policiais femininas, porém ela poderia muito bem meter a mão na calça e retirar a grana,eu com calça consigo meter a mão por dentro e pegar as minhas bolas, porque ela não conseguiria pegar a grana? Mas ficou enrolando muito ai os "Tiras tiraram a calcinha dela e deu no que deu. E quer saber? Bandido tem que ser tratado tudo igual,se fizessemos isso com os politicos achariamos muito dinheiro nosso na cuéca deles é ou não é??? Se é político homem ou mulher; se é policial feninino ou não? Eu quero a granna porraaaa! Passa a graana caraiiii!!!!! Se não...se não?? Se não eu vou tirar sua calcinha. Pois é... A casa caiu, a calcinha desceu e a grana apareceu. caso encerrado.

ah e anônimo uma pinóia : penorois@gmail.com

23 de fevereiro de 2011 16:35
Anônimo disse...

Nossa quanta arrogância... Ela está errada? Está sim, é uma corrupta que merece sim ser presa e autuada em flagrante. Mas, por que cumprir uma lei descumprindo outra? Tinha para onde ela fugir com mais de 5 pessoas lá dentro? Não, né? Como poderia ter sido resolvido? Uma ligação solicitando a presença de uma delegadAAAA. Ok, ela é perigosa? Que a algemassem à cadeira e ficassem lá vigiando até a delegada chegar com mais quem ela quisesse levar (mulheres) e fizessem a revista. Simples, prático e sem atropelos.

Se ela não cooperasse com a delegadA, que fosse, então, obrigada a força pela delegadA e as policiais femininAS a fazer o mesmo que o delegadO a obrigou fazer. Por que o Sr DelegadO, fez tanta questão de dizer que ela iria ser revistada por ele? Por que por ELE? Por que a necessidade dele estar presente? Por que uma delegada não poderia fazer o mesmo que ele? No mínimo é de se questionar...

Infelizmente, o Brasil é o país da tramóia, da corrupção, da falta de caráter. A questão é bem mais abrangente do que parece. Se a população acreditasse na polícia, ninguém questionaria o ato do delegado, certo? Afinal, por que a câmera se preocupou tanto em mostrar a vagina da escrivã e sumiu quando o dinheiro surgiu, só aparecendo novamente nas mãos do delegado? Quem garante que não foi armação? Quem garante que ele não "plantou" o dinheiro lá? Alguém viu os 200,00 saindo da calça, calcinha da escrivã? Não! Por que? Porque a câmera estava mais interessada em mostrar a vagina dela.

Lamentável, se pensarmos de forma mais ampla, chega a dar uma profunda tristeza: tristeza pelo descrédito que mostramos em relação aqueles que deveriam nos proteger, tristeza por saber que existe tanta gente safada exercendo cargos os quais eles jamais deveriam ter, tristeza por ver que a lei é totalmente parcial, tristeza por saber que chegamos a um ponto que começamos a regredir e voltar ao tempo das cavernas, tristeza por ler comentários absurdos de pessoas incapazes de perceber a violação dos direitos e da leis, tristeza por sabe que esse delegado está por ai solto nas ruas e pode fazer parecido com qualquer outra mulher que ele "achar" que esteja cometendo um crime, tristeza por saber que tudo será arquivado em breve e NADA irá acontecer...

Como diria o Bóris Casoi: "isso é uma vergonha"... sabendo que até o Bóris é outro vacilão: quem não lembra o episódio dos garis? Ó Senhor, escutai as nossas preces!!

25 de fevereiro de 2011 04:05
Anônimo disse...

Ela é ladra e enquanto neste se protejer bandido e fazer da mulher uma pobre coitada essa merda nao vai pra frente!!

28 de fevereiro de 2011 22:32
Anônimo disse...

Meu nome é Pedro. Acho que houve um certo exagero por parte dos policias para com a escrivã.Mas a população já nao aguenta mais tanto bandido, ainda mais quando este é pago para servir a população no caso da Polícia e os políticos.Ela é corrupta, suja e apodrece o nome da Polícia Cívil.Já se sabia que ela tinha o dinheiro. Bastava ela ter devolvido, ja que a casa caiu. O que custava ser humilde e devolver o dinheiro sujo?
Não teve humildade em assumir que errou devolvendo a grana imediatamente.Evitava assim a revista e todo aquele constrangimento e talvez nem fosse demitida.Chega de ter peninha de gente ruim neste país?

28 de fevereiro de 2011 22:37
Anônimo disse...

Eu não consigo entender como indivíduos em sana consciência, possa entender correta a atitude deste cidadão que se diz delegado de policia e como se não bastasse, ainda, da corregedoria. Quando vi esse vídeo fiquei perplexo e indignado, em dez anos como policial nunca vi tanta arbitrariedade, chego mesmo a me envergonhar de dizer que sou policial, embora tenha entrado para policia por amor a profissão, amo o que faço e faço com responsabilidade, sei que não vou concertar o mundo, apenas faço minha parte. Mas a falta de companheirismo desse delegado é desumana e vergonhosa, fico pensando será que minha namorada, minha irmã minha mãe e as mulheres que me conhecem e sabem o que faço que virem esse vídeo, acharam que sou igual a esse sujeito? Aqui no sertão ele já era um homem morto e digo mais, pelos próprios colegas. Particularmente não entendo como um homem desses pode ter passado por uma academia de polícia, um erro não justifica outro. Se fosse aqui enumerar a quantidade de artigos do estatuto policial, do CP e da constituição brasileira que foram violados por este que são a vergonha de qualquer bom policial, gastaria umas duas ou três paginas, a principio começaram violando o artigo 249 do CP, depois, abuso de autoridade, abuso de poder, tortura, prova ilícita, violação do princípio da dignidade da pessoa humana e segue uma linha infinita de crimes. E ainda são tão burros, sabiam que estavam no estágio probatório e inventaram de mostrar serviço, melhor assim, vão se foder logo e aprender a trabalhar e a respeitar os colegas no próximo trabalho que conseguirem o que eu espero que demore bastante. A escrivã errou, mas o que foi feito contra ela não justifica e o delegado titular, um calça cagada, deixou tudo acontecer e não foi homem pra tomar nem uma atitude, foi omisso e prevaricou, condescendência criminosa, se fosse na minha delegacia duvido que ele tirasse a roupa dela, nem que ele fosse o presidente da republica, eu conheço o papel da corregedoria e isso não condiz com uma investigação seria que tem por fim coibir crimes dentro da corporação, ela iria responder por seus atos dentro do principio da legalidade. Agora vou torcer por eles em nome do “companheirismo” pra que o MP reabra o caso e esses supostos delegados de policia, “escória”, das policia encontrem pela frente um Francisco Cembranelli e uma juíza linha dura, que faça valer os direitos das mulheres e os direitos humanos, porque não há aqui que se falar apenas em mulher, mas sim em direitos humanos que foram tripudiados e violados.

19 de março de 2011 14:58
Anônimo disse...

E agora que acontenceu? porque ninguem fala mais no caso ? temos o direito de saber

27 de agosto de 2011 13:54
Anônimo disse...

É isso aí, parabéns pelo autor da matéria por passar a mão na cabeça da bandida e condenar quem tá buscando justiça. É por isso que os bandidos amam o nosso país, pois encontram pessoas que acreditam que bandidos são pobres coitados.

24 de outubro de 2013 16:27

Postar um comentário